O Procrastinador do Futuro

Conhece aquela piada do atrasado, do endividado e da pessoa com sobrepeso que entraram em um bar? Eu nem sei se realmente existe, mas com certeza os três teriam muitas estórias engraçadas para contar. Mas não tem graça! Essa situação deveria ser tratada como um filme de drama, ou mais, um filme de terror: “O Procrastinador do Futuro”.

Atire a primeira pedra aquele que nunca falou algo como – “Pra que a pressa, já estou atrasado mesmo!”. E quem não tem aquele amigo(a) que está constantemente de dieta, ou melhor, constantemente saindo da dieta com um prato daquela tradicional feijoada de sexta-feira ou aquela deliciosa sobremesa de chocolate, usando desculpas como – “Já chutei o balde nessa semana mesmo” – ou – “na segunda-feira eu começo a dieta novamente”.

Pois é, esse mesmo tipo comportamento se repete no controle (ou descontrole) do seu orçamento. Por incrível que pareça, quanto mais endividada uma pessoa está, menos controle ela tem sobre os seus gastos – “Não quero nem saber, vou comprar aquela blusa, já estou no vermelho mesmo…”. Na maioria das vezes as pessoas não querem nem saber o tamanho do buraco em suas contas, evitam até olhar o extrato, da mesma forma que o atrasado evita o relógio e a pessoa com sobrepeso evita subir em uma balança.

Quando eu trabalhava com gerência de projetos, sempre que um projeto estava atrasado nós precisávamos apresentar as “return to green actions”, ou seja, o que iríamos fazer para recuperar o tempo perdido e não deixar que o projeto continuasse atrasado, ao invés de simplesmente adiar a data final de entrega. O mesmo conceito deveria se aplicar ao controle de seu orçamento. Gastou mais do que havia planejado? Está no vermelho? Então defina que ações você tomará para recuperar aquele mês. Olhe para o seu extrato! Abra mão de algum outro item do seu orçamento, corte alguma coisa para compensar aquele gasto imprevisto. Até conseguir se recuperar.

Neste blog já falamos sobre a importância de priorizar o seu futuro, sobre como controlar o seu orçamento, sobre a importância de uma reserva de emergência, sobre a baixa rentabilidade da poupança, sobre como começar a investir no Tesouro Direto, sobre a importância de se conhecer os indicadores financeiros, sobre os principais tipos de investimentos, e sobre o investimento em CDB. E aí, o que você fez com todo esse conhecimento?

Pare de se enganar! Não procrastine o seu futuro. Não existe outra solução. A não ser que no futuro a sua versão idosa seja como John Connor* e envie o Arnold Schwarzenegger ao passado para eliminar a sua versão jovem do Procrastinator.

*No filme Externinador do Futuro 2, John Connor envia o robô interpretado por Arnold Schwarzenegger para o passado para impedir que o jovem John Connor seja assassinado.

I’ll be back na semana que vem com muito mais informação!

5 respostas em “O Procrastinador do Futuro

  1. Gostei da referencia ao Arnold.
    Parabéns pelo texto.
    Que todos nós possamos nunca nos esquecermos desses conselhos, afinal, não seremos jovens pra sempre.
    Como um dia minha esposa me disse, nos já temos que nascer nos aposentando.
    Espero que eu esteja fazendo corretamente a minha parte. 🙂

  2. Um dos seus melhores posts, obrigada! Espero que ajude muita gente a parar de procrastinar e encarar de frente a necessidade de poupar para o futuro. Parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s