O tempo passou, o tempo voou, e a sua poupança continua de mal a pior

poupancudosVocê lembra dos 3 tiozinhos cantando aquela música? Se ainda lembra, é melhor começar a esquecer. Assim como você deve esquecer aquela sua velha poupança. Eu também já caí no canto da sereia, ou melhor, no canto do governo com seus hipnotizantes Poupançudos da Caixa dançando na TV. De acordo com o dicionário, dentre outras coisas, poupar significa: “economizar, não desperdiçar, não deixar perder”. Mas parece que os banqueiros não conhecem essa definição. Ou talvez conheçam tão bem que “não deixam de perder” nem quando se trata do dinheiro dos outros.

Você estuda, se forma, arruma um emprego, resiste ao consumismo e consegue salvar aquele suado dinheiro no final do mês. Ufa! Parabéns! Agora basta colocá-lo na poupança e esperar que ele renda, certo? Bem, estaria certo se não fosse por um pequeno detalhe: ao ser “investido” na poupança, o seu dinheiro provavelmente estará perdendo o valor com o tempo. O seu poder de compra estará diminuindo. Ou seja, se você consegue comprar um quilo de arroz com feijão hoje, talvez não consiga comprar aquela mesma quantidade alguns meses depois. O seu dinheiro terá perdido valor. Terá sido corroído pela famosa inflação. Isso mesmo, aquela que o William Bonner tanto fala no Jornal Nacional. Calma, eu explico.

A inflação ou IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), calculado pelo IBGE, mede a variação dos custos dos gastos das famílias com grupos de produtos pré-determinados. Ou seja, mede por quanto estamos comprando o arroz com feijão todo mês. Acontece que mudanças na fórmula de cálculo da remuneração da poupança feitas pelo governo tornaram a poupança menos lucrativa para os poupadores e mais lucrativas para os bancos.

No site do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) você encontra planilhas com os dados históricos da inflação, poupança, além de vários outros indicadores financeiros, como o CDI (estudaremos este último em publicações futuras). Se colocarmos estes indicadores em um mesmo gráfico (calma, é só um gráfico!), podemos verificar que, por exemplo, dos 58 meses de janeiro de 2013 a outubro de 2017, a poupança (linha azul) perdeu para a inflação (linha linha vermelha) 21 vezes. Ou seja, o seu dinheiro não só não está rendendo como também está perdendo o poder de compra. Neste mesmo gráfico podemos ver como o CDI (linha verde), que é uma referência para outros tipos de investimentos como o CDB, mantém-se acima da poupança durante todo o período.

Poupanca-CDI-Inflacao

E antes que você fale que investe na poupança por causa da segurança, saiba que a mesma garantia dada pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) – estudaremos em publicações futuras – para as Cadernetas de Poupanças também se aplica a outros investimentos, como CDB, LCI, LCA, Letras de Câmbio, dentre outros. Mas lembre-se, em todos os casos, a garantia se limita a R$250 mil por pessoa por instituição financeira até um total de R$1 milhão. Se você tem mais que isso, parabéns, mas sugiro começar a dividir sua fortuna em bancos diferentes.

Resumindo, você não está poupando, muito menos investindo. Você está jogando dinheiro fora. Pare agora! Você já fez a parte mais difícil. Já ganhou seu dinheiro suado e já conseguiu fazer ele sobrar no final do mês. Bem, agora está na hora de investir de verdade e multiplicá-lo, ao invés de continuar engordando aqueles Poupançudos. Como? Vamos aprender juntos nas próximas publicações deste blog.

8 respostas em “O tempo passou, o tempo voou, e a sua poupança continua de mal a pior

  1. Pingback: O melhor investimento pode acabar em pizza | A Tal Independência Financeira

  2. Pingback: CRI e CRA (eu sei, mais siglas!) | A Tal Independência Financeira

  3. Pingback: O Procrastinador do Futuro | A Tal Independência Financeira

  4. Pingback: A tal da Selic e do CDI: entenda de uma vez por todas | A Tal Independência Financeira

  5. Pingback: Macroeconomia do condomínio chamado Brasil | A Tal Independência Financeira

  6. Pingback: Comece a investir no Tesouro Direto com apenas R$45 | A Tal Independência Financeira

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s